Obesidade infantil e os prejuízos à saúde - Vendas Clinipam
Obesidade infantil e os prejuízos à saúde

Obesidade infantil e os prejuízos à saúde

O sobrepeso está cada vez mais presente durante a infância. O excesso de peso nesta fase da vida costuma estar associado a fatores genéticos, ambientais ou comportamentais e vem se agravando cada vez mais devido ao estilo de vida atual, com a fácil oferta de produtos hipercalóricos e o sedentarismo.

Esta condição de excesso de peso corporal afeta as crianças de forma muito negativa, tanto nas questões de saúde como de bem-estar. A vida sedentária facilitada pela tecnologia faz com que elas passem mais tempo nos computadores e videogames, deixando o esforço físico de lado, agravando os números de obesidade infantil ao redor do mundo.

A obesidade infantil é uma condição que deve ser prevenida e identificada desde muito cedo, para evitar os fatores de riscos associados. Milhões de crianças possuem sobrepeso e a identificação normalmente é feita pelo índice de massa corporal (IMC), onde é possível identificar o peso atual e o peso ideal.

 

Cenário brasileiro: como está a obesidade infantil no nosso país

No nosso país, uma em cada três crianças de estão acima do peso. Isso significa que 13% dos meninos e 10% das meninas entre 5 e 19 anos sofrem com obesidade ou sobrepeso. Ao considerar o risco de morbidades e mortalidade, de acordo com a organização mundial de saúde, os obesos representam uma sobrecarga ao sistema de saúde desde a infância até a vida adulta, pois tanto a obesidade como o sobrepeso levam a diversas patologias como: hipertensão, diabetes, problemas de colesterol e triglicerídeos, gordura no fígado, refluxo gástrico ou até mesmo doenças como AVC ou infarto.

 

Causas: entenda quais são os principais fatores

Dentre as causas da obesidade infantil, a má alimentação é um dos principais fatores. O excesso de fast food, alimentos gordurosos, doces e frituras são vilões para o paladar. As crianças tendem a reproduzir os hábitos dos pais ou familiares mais próximos, ou seja, quando os pais possuem hábitos alimentares ruins, acabam induzindo as crianças a se alimentarem da mesma forma. Outro hábito que está diretamente ligado ao excesso de peso dos pequenos é o sedentarismo. Atualmente a prática de exercícios físicos ou atividade que gastem calorias não está tão presente no cotidiano, muitas vezes devido a correria do dia a dia e até mesmo a tecnologia, que ocupa grande parte das atividades diárias das crianças.

Problemas como ansiedade e depressão não são desencadeados apenas durante a vida adulta. As crianças e jovens também são alvos, devido ao dia a dia dentro das escolas, tensão relacionada aos exames de vestibular e concursos, muitas vezes desenvolve certa compulsão pela alimentação, mesmo sem fome.  Fatores hormonais como: excesso de insulina ou hidrocortizona, deficiência hormonal ou estrógenos também contribuem para a obesidade infantil. Assim como os fatores genéticos, onde a criança pode herdar dos familiares uma grande propensão a obesidade.

 

Consequências: quais são os pontos negativos para uma criança obesa

Muito além dos problemas de saúde desencadeados, a obesidade está diretamente ligada a autoestima, transtornos psicológicos e diminuição da qualidade de vida. O dano psicológico causado pelo excesso de peso desencadeia transtornos como depressão, vergonha da autoimagem corporal, baixa autoestima e consequentemente isolamento social.

O cansaço constante, dificuldade de respiração, alterações no sono, desânimo e até mesmo a queda no rendimento escolar são fatores desencadeados pelo sobrepeso. Para as meninas, o excesso de peso traz um amadurecimento prematuro, antecipando a puberdade, desencadeando ciclos menstruais irregulares por exemplo. Além disso, em alguns casos estes transtornos podem levar à bulimia e anorexia nervosa.

 

Alimentação saudável: a importância dos bons hábitos alimentares

A prevenção para a obesidade e o sobrepeso devem começar desde a gestação. Bons hábitos alimentares durante este período contribuem para a boa formação do bebê e um peso normal para a idade. Após esta fase, o aleitamento materno é um dos principais pontos contra a obesidade, pois o leite contém todos os nutrientes necessários para o bebê nesta fase da vida. Já para a introdução de novos alimentos, os pais ou responsáveis devem incentivar a introdução de verduras, frutas e legumes, evitando o consumo de industrializados, como por exemplo os leites que possuem grande quantidade de proteínas, alimentos com excesso de açúcar ou gordura.

A educação alimentar é de extrema importância em todas as fases da vida. Combater a má alimentação nem sempre é uma tarefa fácil, é preciso conhecer os grupos alimentares e entender a importância de cada um deles, as quantidades que devem ser ingeridas e principalmente os horários para a alimentação. Para combater o sobrepeso e seguir uma dieta saudável é preciso ter disciplina.

 

Atividade física: pode ou não pode?

A prática de atividades físicas deve acontecer frequentemente contanto que respeite o desenvolvimento da criança. É preciso incentivar as crianças a serem mais ativas, propor brincadeiras ao ar livre, andar de bicicleta, praticar esportes ou até mesmo pequenos passeios com os animais de estimação. Já as atividades sedentárias e ligadas à tecnologia devem ser desencorajadas, é uma missão para os pais propor atividades que substituam o tempo em frente à televisão, os videogames ou o celular. Muitas vezes, envolver todos os membros da casa em uma caminhada ou para a prática de um esporte torna a atividade muito mais atrativa para os pequenos, além de proporcionar ótimos momentos em família.

O tratamento para a obesidade infantil requer muita disciplina e força de vontade, tanto dos pais quanto das crianças e adolescentes. É preciso estar disposto a mudar os hábitos de vida, aumentar a prática de atividades físicas e principalmente cuidar da alimentação, tendo sempre o hábito de consumir alimentos saudáveis e ingerir muito líquido, uma buscando sempre uma vida mais saudável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado